Redimunho e seu marulho em águas misturadas

 

Espetáculo refaz trajeto de Guimarães Rosa

“Marulho” surgiu de casos colhidos pelo grupo Redimunho no sertão de Minas Gerais

Lenise Pinheiro/Folhapress
 

Atores doRedimunho em “Marulho:O Caminho do Rio”

GABRIELA MELLÃO
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

João Guimarães Rosa (1908-1967) percorreu o sertão mineiro transpondo para a literatura a realidade encontrada no trajeto. O grupo Redimunho segue os passos do escritor ao converter em arte casos colhidos durante temporada dos atores nas veredas de Guimarães.
No caminho, o Redimunho tenta fazer sua própria história. Estreia seu terceiro espetáculo, “Marulho: O Caminho do Rio”, e inaugura sede própria.
Seguindo o trajeto de “Grande Sertão: Veredas”, o grupo aportou no rio São Francisco, que deságua no Atlântico. Mas os atores nunca chegaram ao mar. Como para muitos moradores da região, este se fez presente apenas na imaginação, como símbolo de um lugar mágico.
O grupo já havia explorado o universo de Guimarães Rosa em “Vesperais na Janela” e no premiado “A Casa”, mas desta vez também incorpora o realismo fantástico de Gabriel García Márquez . “Foi como se saíssemos da terra e subíssemos um pouco ao céu”, conta o autor e diretor Rudifran Pompeo.
O espetáculo entrelaça com fios de realidade histórias fantasiosas de mar, pescadores, ciganos e vaqueiros.
Ao mesmo tempo, a peça retrata justamente os conflitos internos de um grupo de teatro que vai ao sertão mineiro preparar um espetáculo. A crise que abateu o grupo no período contaminou a dramaturgia, colocando sob as mesmas luzes o drama do personagem e o do ator.
Durante a encenação, um carteiro entrega correspondências misteriosas aos integrantes da trupe. O conteúdo das cartas detona questionamentos sobre o valor e a função do teatro.
Após dois anos em processo de criação, no entanto, os artistas estreiam o espetáculo sem respostas para suas próprias perguntas.
“Construir esse espetáculo foi, e tem sido, a reconstrução de nós mesmos”, diz Pompeo.

MARULHO:
O CAMINHO DO RIO

QUANDO sáb., às 21h, e dom, às 19h; até setembro
ONDE Espaço Redimunho (rua Álvaro de Carvalho, 75; tel. 3101-9645)
QUANTO R$ 30
CLASSIFICAÇÃO 12 anos

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

5 Respostas para “Redimunho e seu marulho em águas misturadas

  1. só uma correção, o nome do diretor é Pompeu, Rudifran Pompeu…

  2. Vinicius

    Redimunho sem dúvida hoje é o grupo que mais representa o que verdadeiramente é nosso: o folclore, a poesia, o regionalismo que se torna lúdico… Vesperais na Janela foi maravilhoso! Agora é prestigiar esse novo trabalho!! Parabéns a todos!!!

  3. Artur

    Admiro bastante o trabalho de vocês. Mas me desculpe não entendi o que vocês quiseram fazer com o espetáculo “Marulho”. Me senti mal ao assistir o espetáculo e tive a impressão que o elenco não estava feliz com o resultado. Há cenas maravilhosas separadamente mas o contexto geral está desagradável. Sabe amigos seria legal rever esse trabalho, se é que posso me intrometer assim. Parece uma crise geral no grupo.
    Paz e luz
    Artur

    • Então vc entendeu né?Mostramos e expomos a crise!Simples assim…mas a idéia que é sempre recorrente dentro de um coletivo como o nosso é exatamente não permanecer no mesmo lugar e nem com espetaculos certinhos e mais agradáveis como ja fizemos em nossos outros trabalhos…estamos questionando nosso próprio umbigo e estamos sempre nos revendo e nos “remexericando”…na real fazemos o teatro que queremos e não temos nem nunca tivemos a vontade de agradar a ninguém…e nem pretendemos… e vc pode e deve se intrometer assim…é pra isso que estamos nesse espaço…evoé!Ah…Artur, creio que também não sabemos ao certo o que quisemos fazer…acho que só o fizemos..só isso…fizemos e ta na roda…um abço e muita luz p’rocê tbm!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s